Notícias

Polícia Civil conclui inquéritos e indicia três pessoas por homicídios cometidos em Taguatinga

16/09/2020 - Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Dois casos de homicídios totalmente elucidados e com os autores devidamente identificados e indiciados pela Polícia Civil do Tocantins. Este é o saldo das investigações realizadas pela 103ª Delegacia de Taguatinga, no sudeste do Estado, e concluídas nesta quarta-feira, 16.  Conforme relata o delegado-chefe da unidade, Márcio Duarte Teixeira, os dois casos ocorreram no mês de agosto de 2020 e vitimaram dois homens, sendo um de 42 anos e outro de 38 anos de idade.

 

Em ambos os crimes, as vítimas foram atingidas por múltiplos golpes de faca, sendo que o homem de 42 anos, também foi atingido por disparo de arma de fogo, enquanto repousava em sua residência no Povoado Esperança, zona rural de Taguatinga. Já no segundo episódio, o homem também foi atingido enquanto ainda repousava em sua residência na cidade de Taguatinga.

 

Com a conclusão dos referidos inquéritos, os três suspeitos pelos crimes foram indiciados pela prática de homicídio qualificado e, se condenados, podem pegar uma pena máxima de até 30 anos de reclusão. Para o delegado Márcio, a completa resolução dos dois homicídios representa o comprometimento da Polícia Civil do Tocantins com a investigação no sentido de esclarecer a verdade dos fatos e fornecer subsídios precisos para que o Poder Judiciário e o Ministério Público possam fazer seu trabalho da melhor forma possível.

 

“Para nós da Polícia Civil, é motivo de muita satisfação poder concluir os dois inquéritos de homicídios, pois são crimes que abalaram a população local pela forma com que foram cometidos, pelo fato de vivemos em uma cidade pacata e tranquila, onde não é comum a prática desse tipo delito. Sendo assim, cumprimos mais uma vez com nossa obrigação constitucional de esclarecer os fatos e, desse modo, trazer mais sensação de segurança a toda a população”, disse o delegado Márcio Duarte.

 

Os crimes

 

No dia 3 de agosto de 2020, segundo apontaram investigações da 103ª DP, dois indivíduos se aproximaram da residência da vítima, de 42 anos de idade, pelo mato e já dentro do imóvel, um dos autores efetuou um disparo de arma de fogo contra a vítima, que repousava no chão da sala, e, em seguida, utilizando-se de uma faca golpeou o homem por diversas vezes. Como resultado, o homem acabou vindo a morrer ainda no local.

 

Motivação

 

Ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, o homem teria sido morto, em tese, devido a uma suposta dívida que teria com um dos autores. 

 

2º Caso

 

O segundo homicídio ocorreu no dia 31 de agosto do corrente, ano quando um homem de 38 anos estava deitado em sua residência no centro de Taguatinga, momento em que foi atingido por diversos golpes de faca, que o levaram a óbito pouco tempo depois de dar entrada no hospital municipal da cidade. Segundo a Autoridade Policial, o principal suspeito, que se encontra preso preventivamente, era ex-companheiro da mulher, que, atualmente era esposa da vítima. Porém o motivo do crime ainda é objeto de investigação por parte dos policiais que compõem a 103ª Delegacia de Taguatinga.