Notícias

Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra homem suspeito de roubo à mão armada em Colmeia

11/01/2021 - Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Um crime de roubo à mão armada, ocorrido no mês de setembro de 2020, em Colmeia, foi totalmente esclarecido pela Polícia Civil daquela cidade, quando policiais civis, comandados pelo delegado Roberto Assis, deram cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de um indivíduo, de 20 anos, nesta segunda-feira, dia 11.

 

Segundo a autoridade policial, após algumas semanas de investigação, as equipes da 45ª DP identificaram o homem de 20 anos como sendo um dos autores de roubar uma motocicleta, bem com um transeunte, na cidade de Colmeia. “Com a identificação positiva do suposto autor, representamos, junto ao Poder Judiciário, pela prisão preventiva em desfavor do mesmo. Após análise do Poder Judiciário, o pedido foi deferido e então demos cumprimento a prisão, nesta segunda-feira”, ressaltou o delegado Roberto.

Desse modo, o homem, que já estava preso pela prática de outro crime da mesma natureza, continuará recolhido na carceragem da Cadeia Pública de Colmeia.

 

O crime

 

No dia 15 de setembro de 2020, dois homens fortemente armados com espingardas abordaram um homem que ocupava uma motocicleta e, após rendê-lo, subtraíram seu veículo. Em seguida, eles abordaram um transeunte e, mais uma vez fazendo graves ameaças, roubaram o aparelho celular e demais pertences do homem. Em seguida, os dois se evadiram e passaram a ser procurados pela Polícia.

 

Investigações intensificadas e novo crime cometido

 

Logo após o fato, os policiais civis da 45ª DP iniciaram as investigações na tentativa de elucidar o caso e descobrir a autoria do crime. Porém, no dia 21 de outubro, a mesma dupla, novamente utilizando uma motocicleta roubada foi até a cidade de Presidente Kenedy e, novamente armados com espingardas, roubaram outra motocicleta. Na ocasião, os dois indivíduos foram perseguidos pela polícia militar, e após entrar em confronto com os policiais, um dos indivíduos de 21 anos acabou vindo a óbito, sendo que o outro, cujo mandado de prisão preventiva foi cumprido nesta segunda-feira, foi preso, em Guaraí, poucas horas depois.

 

O delegado Roberto Assis salienta que o cumprimento ao mandado de prisão do suspeito representa o compromisso da Polícia Civil com a investigação criminal, sobretudo, em crime cometidos com grave ameaça e utilização de armas de fogo. “A Polícia Civil do Tocantins não medirá esforços para identificar e responsabilizar todos aqueles que cometem delitos e colocam em risco a vida e o patrimônio de terceiros, sendo que nesse caso em apreço, tratava-se de dois indivíduos de extrema periculosidade e que estavam amedrontando à população de cidades de Colmeia e circunvizinhas, trazendo grande sensação de insegurança”, frisou a autoridade policial.