Notícias

Polícia Civil prende mulher que amedrontava população de assentamento em Marianópolis e que efetuou disparo de arma de fogo contra jovem em Palmas

11/01/2021 - Ascom/SSP

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP - Palmas), cumpriu nesta-segunda-feira, 11,  mandado de prisão em desfavor de uma mulher de 22 anos, apontada como autora de diversos crimes. Ela foi presa no setor Morada do Sol, em Palmas.

 

O mandado de prisão decorreu de investigação da 63ª Delegacia de Polícia (Paraíso do Tocantins), que verificou que a mulher usava de armas de fogo para intimidar a população do Assentamento Manchete, em Marianópolis.

 

De acordo com o Delegado Chefe da DHPP - Palmas, Guido Camilo Ribeiro, a partir das diligências realizadas pela equipe da Capital, foi possível localizar e prender a mulher, considerada de extrema periculosidade. De acordo com a autoridade policial, em 2019 ela foi identificada como sendo a responsável por uma tentativa de homicídio, em que efetuou um disparo de arma de fogo contra a cabeça de uma jovem, fato que ressalta sua perversidade. 

 

O delegado chefe do 63° DP de Paraíso, José Lucas Melo, destacou que a prisão trará tranquilidade para as populações do assentamento em Marianópolis e da Capital. O histórico da presa demonstra que possui habitualidade na prática de crimes com armas, amedrontando pessoas,  e sempre que estava sendo procurada pelas autoridades, fugia para não ser localizada.

 

Após ser recolhida na unidade prisional feminina, em Palmas, a mulher fica à disposição do Poder Judiciário.