Notícias

Em Campos Lindos, Polícia Civil indicia homem por dirigir embriagado, atropelar e causar a morte de adolescente de 16 anos

17/02/2021 - Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Investigações realizadas e concluídas pela Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 36ª Delegacia de Campos Lindos, resultaram nesta quarta-feira, 17, no indiciamento de um homem de 48 anos de idade pela prática dos crimes de homicídio culposo no trânsito qualificado, lesão corporal culposa no trânsito qualificada, omissão de socorro no trânsito e embriaguez ao volante. Todos estes crimes previstos no Código de Trânsito Brasileiro.

 

Conforme o delegado-chefe da 36ª DP, Luís Gonzaga da Silva Neto, o inquérito concluído nesta quarta-feira é referente às investigações do atropelamento de duas pessoas, as quais transitavam em uma motocicleta pela TO 226, próximo a cidade de Campos Lindos, ocasionando a morte de uma adolescente de 16 anos e graves ferimentos em um rapaz de 18 anos que também ocupava o veículo.  

 

Conforme o apurado, no dia 09/06/2019 por volta das 05h, às vítimas, juntamente com outros amigos, voltavam de uma festa, quando foram surpreendidos por uma caminhonete conduzida pelo indivíduo de 48 anos que colidiu com a traseira da motocicleta das vítimas, sendo elas arremessadas para fora da rodovia. Em razão da violência do impacto da batida, a adolescente veio a óbito no local. Já o rapaz de 18 anos foi socorrido com graves ferimentos na cabeça e, atualmente, encontra-se bem de saúde, porém com algumas sequelas.

 

Testemunhas que estavam no local, ouvidas no inquérito, relataram que o condutor da caminhonete estava visivelmente em estado de embriaguez, em que no veículo havia inclusive um isopor com bebidas alcóolicas. Uma testemunha afirmou que o condutor do veículo causador do acidente chegou a oferecer-lhe bebida alcoólica logo após o acidente, estando todos no local do fato. 

 

As testemunhas relataram também que o condutor do veículo e o passageiro e amigo, de 27 anos, evadiram-se do local sem prestar socorro às vítimas. O delegado Luís Gonzaga da Silva Neto concluiu o inquérito policial, sendo o condutor do veículo causador do acidente indiciado pela prática dos crimes já mencionados.

 

 Na mesma ação, o passageiro do referido veículo foi indiciado pela prática do crime de omissão de socorro majorada conforme tipificação do Código Penal. Ambos respondem ao inquérito policial em liberdade, pois o condutor do veículo causador do sinistro apresentou-se na Delegacia de Campos Lindos na época do fato. O caso foi enviado ao Poder Judiciário para as medidas legais cabíveis.